Zimbabwe: líder da oposição pede intervenção da ONU e da União Africana

21.04.2008 – 20h11 AFP, Reuters
O líder da oposição no Zimbabwe, Morgan Tsvangirai, voltou hoje a encontrar-se com o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e exigiu uma intervenção da ONU e da União Africana (UA) na crise política no país.

Durante um encontro em Acra, capital do Gana, o líder do Movimento para a Mudança Democrática (MDC) “lamentou o bloqueio e a deterioração da situação humanitária e política” no Zimbabwe, avançou a porta-voz de Ban Ki-moon, Michèle Montas. Ainda segundo a porta-voz, Tsvangirai apelou a uma “intervenção da UA e da ONU por considerar que não foi feito qualquer progresso nos esforços feitos pela SADC”, a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral.

De acordo com Michèle Montas, o secretário-geral da ONU voltou a apelar para que fossem divulgados, “o mais rapidamente possível”, os resultados das eleições disputadas no Zimbabwe a 29 de Março, indicando que Ban Ki-moon irá consultar o presidente da União Africana “sobre possíveis formas de avançar” com uma solução para o problema.

Uma missão conjunta da ONU e da UA no Zimbabwe foi proposta na semana passada durante uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas, em Nova Iorque, mas Ban Ki-moon indicou que teria que discutir quaisquer medidas específicas a aplicar com a União Africana.

No sábado, começou no Zimbabwe a recontagem parcial dos votos das eleições legislativas do passado dia 29 de Março, apesar dos esforços da oposição para a bloquear e dos receio de que a iniciativa possa originar uma onda de violência no país.

A recontagem, que será realizada em 23 das 210 assembleias de voto, pode gerar uma reviravolta nos resultados das eleições parlamentares, ganhas pelo MDC, que pela primeira vez na sua história ultrapassou o partido do Presidente Robert Mugabe, a ZANU-PF.

A ZANU perdeu 21 das 23 assembleias em causa na primeira contagem. Quanto aos resultados das eleições presidenciais, efectuadas em simultâneo, ainda não foram tornados públicos até hoje. Morgan Tsvangirai também reclama vitória nessa eleição.

Segundo a Comissão de Eleições do Zimbabwe esta recontagem vai durar três dias e será monitorizada por uma delegação de representantes de 14 países da SADC.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: